Cuidar de Você 21 de Junho de 2016

Pílula anticoncepcional engorda? Veja os mitos e verdades


Anticoncepcional é uma preocupação de muitas mulheres e o seu uso é cada vez mais frequente entre elas. A pílula, como é conhecida popularmente, é o método contraceptivo mais comum no mundo e um dos mais eficazes.

Mulher segurando duas pílulas nas mãos

De uso diário, ela atua evitando que ocorra a ovulação, ou seja, a liberação de óvulo pelos ovários, que se dá por volta do 14º dia do ciclo menstrual. Mesmo sendo um método simples, as dúvidas sobre o seu funcionamento ainda aparecem com frequência e os mitos se propagam cada vez mais. Por isso, separamos algumas dúvidas bem comuns sobre a pílula anticoncepcional.

Qual a diferença entre a pílula, o anticoncepcional injetável e a pílula do dia seguinte?

Imagem com pílulas no fundo e texto escrito "Pilula Anticoncepcional e Anticoncepcional Injetável"

 

 

A pílula é um dos mais clássicos, mas há outras opções, como o anticoncepcional injetável, que por muitas vezes é mensal. Normalmente, no caso do anticoncepcional diário e o injetável, o dia correto de tomar a primeira dose é entre 1º e 5º dia do ciclo da menstruação, pois assim a mulher terá a certeza que não está grávida.

 

 

 

 

Imagem com pílulas no fundo e texto escrito "Pilula do dia seguinte"

 

Já a pílula do dia seguinte é considerada um método de emergência. Ela pode ser usada após a relação sexual, sendo capaz de inibir uma gravidez. Existem dois tipos. Um deles vem em dose única e o outro são dois comprimidos (um ingerido logo após a relação e outro após 12 horas). Seja qual for o tipo, deve ser usado no máximo 72 horas após a relação sexual. Quanto maior o tempo de tomar após a relação menor a eficácia. Porém é importante frisar que a pílula do dia seguinte não deve ser usada habitualmente, como substituta dos métodos tracionais, pois ela possui uma grande quantidade de hormônio.

 

 

Pílula anticoncepcional engorda?

Essa é a principal dúvida do público feminino com relação ao método, mas a verdade é que a pílula não engorda, o anticoncepcional é feito à base de hormônio, que pode reter líquidos na paciente. O que pode ocorrer é o fato da paciente se sentir mais inchada, mas não há aumento de gordura.

A mulher que toma pílula corre o risco de engravidar?

O anticoncepcional previne a gravidez e chega a 99,8% de eficácia se a mulher tomar de forma correta. Porém, ainda há relatos de gravidez mesmo com a ingestão de anticoncepcional.

Mesmo sendo um método sem muitos riscos o mais indicado é que todas as mulheres consultem um ginecologista antes de iniciar o uso.

Mãe dando beijo na filha

 

Rodapé da página.