Cuidar de Você 15 de Julho de 2018

O segredo para o aumento de produtividade nas empresas bem-sucedidas


Descubra estratégias e condutas utilizadas por organizações bem-sucedidas para motivar seus colaboradores e, assim, conquistar o aumento de produtividade!
equipe-unida-postVocê já parou para pensar como serão as organizações do futuro? Quantas empresas que dominam o mercado, hoje, ainda existirão daqui a dez, vinte anos? A resposta é simples: aquelas que conseguirem adaptar-se às constantes mudanças de mercado.

Neste cenário, o aumento de produtividade nas operações será o grande diferencial. E ser produtivo, aqui, quer dizer: tornar os processos mais eficientes, investir em inovação, satisfazer a necessidade dos clientes e, o mais importante, preparar e motivar os colaboradores para assumirem esses desafios – provendo um equilíbrio entre os interesses das pessoas e da organização.

Que é essa tal produtividade?

Para organizações que buscam a alta performance, ser produtivo é fazer o que deve ser feito, de forma ágil, com o mínimo de retrabalho, o devido comprometimento das pessoas e, tanto quanto importante, atrair lucros a partir do alcance dos objetivos estratégicos.

Ou seja, fazer as operações sucederem sem prejuízos de tempo ou qualidade, garantindo a satisfação de todos os públicos envolvidos – sem perder clientes externos, nem internos. Sabendo disso, do quão vital é ser produtivo nesse mercado, separamos 7 dicas práticas de como impulsionar o aumento de produtividade na sua empresa.

7 Dicas práticas para o aumento de produtividade

1. Planeje-se e estabeleça indicadores – estabeleça objetivos claros para sua organização e defina os caminhos para alcançá-los. Planos de ações funcionais, que possam guiar as pessoas aos resultados. Importante, ainda, acompanhar métricas e indicadores;

2. Defina bem os processos – identifique pontos de melhoria e implemente processos claros e funcionais. Isso evita retrabalho e mantém as pessoas conscientes do que precisam fazer;

3. Prepare as pessoas – invista no desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais dos seus colaboradores. Eles precisam estar preparados para assumir desafios e atuar com autorresponsabilidade;

4. Invista e estimule a inovação – invista em tecnologias que agilizem e tornem mais estratégicos alguns processos, além de estimular o compartilhamento de ideias e uma postura inovadora no colaborador;

5. Comunique-se com a empresa – mantenha ativos os canais de comunicação com os funcionários, a fim de garantir um alinhamento de saberes e discursos internos;

6. Promova o engajamento – fortaleça a cultura e o clima organizacionais, para que os trabalhadores sintam-se motivados a produzir mais e melhor;

7. Valorize o cliente interno – pessoas felizes no trabalho têm mais disposição para se engajar nas estratégias e darem mais de si. Reconheça o bom trabalho realizado e deixe claro o valor de suas equipes.

Fidelize seus funcionários: conheça 7 ações para diminuir o índice de rotatividade

Embaixadores da marca – e vendedores – pela produtividade

O aumento de produtividade também está relacionado ao conhecimento do negócio. Quer dizer, a equipe precisa conhecer bem os produtos e serviços que a marca oferece, como são comercializados e as vantagens de consumi-los. Além disso, os colaboradores precisam ter identificação com o propósito e com as metas da organização. Devem estar conectados.

A equipe necessita saber de que forma pode atuar com empreendedorismo e atitude vendedora para alavancar resultados. Afinal de contas, se o assunto é o aumento de receita, vender é uma premissa. E qualquer colaborador, por mais que não atue com venda direta, pode ser “vendedor”. Essa mentalidade de “dono” e de embaixador da marca contribui para o aumento de produtividade.

Felicidade do colaborador x Aumento de produtividade

Um clima laboral saudável e propício ao bem-estar físico e psicoemocional dos empregados é fértil à produtividade. Se as pessoas se sentem bem fazendo o que fazem, elas dão mais de si, sem que a organização necessite pedir o “algo mais”. O engajamento é uma conquista, não uma obrigação. A felicidade do colaborador, entretanto, pode ser resultado de um conjunto de 7 fatores, entre outros:

  1. Gostar do trabalho que realiza;
  2. Identificar propósito no trabalho (ter um sentido para fazer o que faz);
  3. Alinhamento com os valores e a filosofa da empresa;
  4. Relacionamento com a equipe;
  5. Possibilidades de aprendizado e crescimento;
  6. Confiança que possui no líder;
  7. Equilibro entre vida pessoal e profissional, entre outros.

Saiba como propiciar um ambiente de trabalho saudável na sua empresa

Pessoas felizes ajudam as organizações no aumento de produtividade e gozam de mais saúde, mais criatividade e são mais engajadas. As companhias que prosperam precisam organizar suas estruturas e processos e conduzir estrategicamente o fator humano. Conclusão: organizações e pessoas precisam caminhar juntas – para a prosperidade ambos.

Gostou desse artigo? Acesse outras dicas imperdíveis sobre gestão de pessoas e ambiente de trabalho como essa: descubra agora 5 estratégias infalíveis para reduzir o absenteísmo nas empresas.

ana-paula-diretora-de-rh
Conteúdo aprovado em parceria com a Diretora de Recursos Humanos dos Mercadinhos São Luiz, Ana Paula Falcão. Formada em Serviço Social (UECE) | MBAs em Gestão de Pessoas e Gestão de Empresarial (FGV) | Personal e Executive Coaching (SBC) | mais de 15 anos de experiência na área de RH. 

Rodapé da página.